imprimir

Notícias

10 NOV 2017 Vacina contra febre amarela é impedimento temporário à doação

Vacina contra febre amarela é impedimento temporário à doação

Antes de doar o candidato deve se informar se apresenta restrições

A febre amarela pode ser um motivo de recusa temporária à doação de sangue. Isso vale tanto para quem tomou a vacina contra a doença, como para quem contraiu a infecção ou passou por área endêmica ou de surto da doença.  Só lembrando que municípios com caso em investigação não devem ser aqui considerados.

Como recentemente a vacinação contra a febre amarela foi recomendada em alguns bairros da zona norte da cidade de São Paulo, as pessoas que foram imunizadas podem apresentar restrições temporárias à doação de sangue.

Quem teve a doença deve aguardar 6 meses após a recuperação clínica completa (alta médica) para doar sangue. Aqueles que receberam a vacina de febre amarela devem esperar 4 semanas. Já quem esteve em algum município com caso confirmado da doença deve aguardar 30 dias, mesmo que tenha sido vacinado.

Antes de doar, confira sempre as regiões do Brasil que podem trazer restrições para os candidatos à doação de sangue. A lista de municípios com casos confirmados muda frequentemente e deve ser consultada no Portal da Saúde. Clique aqui para acessar o portal.

« voltar
imprimir

Última atualização: 24/11/2017 09:07

  • O+

  • A+

  • AB+

  • B+

  • O-

  • A-

  • AB-

  • B-

Legenda:

Estável

Alerta

Crítico

Desde sua criação,
a Pró-Sangue já coletou

0 0 4
6 8 7
0 4 5

bolsas de sangue