imprimir

Corpo de Voluntários

Missão

Disseminar a cultura de doação voluntária de sangue entre a população.

Objetivo

  • » Apoiar a Fundação Pró-Sangue na divulgação da cultura de doação voluntária de sangue na comunidade e captação de doadores voluntários.

  • » Abordar doadores de sangue e cadastrar potenciais doadores de plaquetas.

  • » Promover a doação de sangue como ato de cidadania e solidariedade.

Perfil do Voluntário

Os conceitos de solidariedade e cidadania devem estar presentes em todas as ações do voluntário. O compromisso por parte do voluntário é fundamental, dada a seriedade do trabalho desenvolvido no esforço para que a desinformação e o preconceito, inimigos da formação de uma cultura de doação voluntária de sangue no país, sejam combatidos.

Esse trabalho exige um grande senso de responsabilidade, que se traduz na assiduidade, pontualidade e dedicação, indispensáveis para o bom desempenho das atribuições.

Outro aspecto importante para o sucesso do trabalho é que conceitos como ordem, disciplina e hierarquia sejam preservados, a fim de garantir o sucesso do projeto.

Para finalizar, devemos lembrar que a força de uma equipe é sempre maior que a força individual e valorizar a união e a sintonia entre os membros do Corpo de Voluntários.

Corpo de Voluntários

Exemplos de luta pela Doação Voluntária De Sangue

Em 1939, chegou ao Brasil, a Sra.Leonora Carlota Osório, de origem austriaca. Abraçando o voluntariado, ingressou na Cruz Vermelha onde assumiu como bandeira o combate ao comércio de sangue e o incentivo à doação voluntária e altruísta de sangue. Em 25 de novembro, fundou a Associação Brasileira de Doadores Voluntários de Sangue ( ABDVS ). Foi condecorada em 30 países e recebeu título de presidente de honra da FIODS- Federação Internacional das Organizações de Doadores Voluntários de Sangue.

Após 48 anos de luta em prol da causa, Carlota morreu no Brasil aos 83 anos, deixando instituído no calendário nacional o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, comemorado no dia 25 novembro, e seguidoras na luta pela causa do sangue como Maria Ivone Carraro de Mendonça, que deu continuidade ao trabalho em Brasilia e, em 1997, convocou grupo de senhoras soroptimistas ( Clube de Serviço ) para iniciar em trabalho semelhante na Fundação Pró-Sangue Hemocentro de São Paulo. Assim, o voluntariado pela causa do sangue tomou vulto.

O Corpo de Voluntários foi uma das 115 organizações sociais agraciadas pelo Centro de Voluntariado de São Paulo, em 2011, com o SELO DE ORGANIZAÇÃO PARCEIRA.

Recrutamento e Supervisão

Compete à Coordenação dos Voluntários zelar pela coesão, apoio, incentivo, responsabilidade e estruturação do trabalho voluntário.

Para ser admitido o candidato deve preencher ficha de inscrição, entrevistar-se com a Coordenação e seguir um período de treinamento(experiência) de 90 dias, pelo menos uma vez por semana, período mínimo de 4 horas.

A formação e treinamento do voluntário são realizados pela Coordenação do Corpo de Voluntários com a participação dos voluntários.

Contato: Enf. Luiza Lúcia de Oliveira Silva

Tel.: 4573-7500 ramal 7574

Última atualização: 22/09/2017 17:25

  • O+

  • A+

  • AB+

  • B+

  • O-

  • A-

  • AB-

  • B-

Legenda:

Estável

Alerta

Crítico

Desde sua criação,
a Pró-Sangue já coletou

0 0 4
6 7 1
3 5 4

bolsas de sangue